Do tempo dos Afonsinhos

 
Quando ainda existia Diário da República em papel e eu tinha cintura.
 
Assim, de repente, percebo que já só existe a camisola, a carteira e o colar.
 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama