quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Bob Dylan, prémio Nobel da Literatura em 2016. Está certo.


Lá se foi a esperança de ver o nosso António Lobo Antunes ser laureado (ainda pensei que, com o embalo do Euro, este fosse o ano) ou o Haruki Murakami ( o que me permitiria abrir a boca, de orgulho, para dizer que estou a meio de um 2.º livro dele).

E lá terei eu de estar mais atenta ao mundo que me rodeia, e em especial às letras de música.

Admito que me passam muitas vezes ao lado (embora cada vez menos).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.