quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Horror a gente burra

O diagnóstico de "criança exigente que quer que antecipemos as suas necessidades", efectuado pela pediatra aos 2 meses de vida, juntamente com a descrição da professora quanto à falta de paciência para ouvir a mesma explicação duas vezes, batem mesmo muito certo para caracterizar a minha mais nova.

A cachopa tem horror a gente burra sendo que entende como gente burra todos aqueles que não adivinham os seus pensamentos, preferencialmente antes de os mesmos lhe surgirem na mente.

E o olhar que dirige a gente burra, impossível de descrever por palavras, é letal.

Agora adivinhem quem está sempre em 1.º na sua lista de gente burra? NOTA: quero acreditar que tal ocorra por causa da ideia romântica de que as mães nos compreendem sempre, independentemente de palavras

PS Pelos menos vou-me rindo com a lembrança do Caco Antibes, no "Sai de Baixo", e as suas rábulas sobre a gente pobre (é que é mesmo igualzinha).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.