segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O poder curativo das mães

Sempre que uma das minhas crias se abeira de mim a queixar-se com alguma dor, pergunto-lhe a localização exacta da mesma.

Depois dou um beijo no local, com mais ou menos intensidade consoante a gravidade da situação a qual avalio com o 6.º sentido, e rezo para que aquele beijo seja suficiente.

Acho que a isto se chama o poder curativo das mães. Pode não ser suficiente, em muitos casos, mas tem o condão de acalmar as crias e, consequentemente, as mães, representando aquele laço que nunca ninguém (para além das enlaçadas) compreenderá.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.