quarta-feira, 8 de março de 2017

Tio Patinhas no feminino

Sendo dia Internacional da Mulher tinha de contar-vos uma história sobre uma que muito admiro e bem poderia ter servido de inspiração ao Walt Disney quando criou o tio Patinhas, não tivesse nascido umas décadas mais tarde.
Falo da Leonor, a miúda a quem só se consegue vencer numa discussão com recurso ao argumento "custo".
Pois a miúda entende que está na hora de trocar para uma bicicleta maior e, uma vez que o conteúdo do mealheiro só dá para metade de uma, decidiu seguir o nosso conselho de elaborar um plano para juntar o dinheiro. Sucede que está a seguir muito à risca o objectivo de reunir brinquedos e livros para vender e temo um dia chegar a casa e perceber que a cachopa vendeu os móveis ao desbarato.
Entretanto convenceu a irmã a dar-lhe as economias do mealheiro, negócio que a chata da mãe declarou nulo com todos os efeitos daí advenientes. Tentou ainda convencer-me a pagar-lhe por tarefas domésticas que nunca fez e só equacionou executar na expectativa de ser remunerada o que foi naturalmente recusado. Temos negociante, isso é certo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.