Vou ser padra!

Foi entre guinchos estridentes, emitidos no meio de uma descomunal birra, que a Tita me comunicou a sua decisão. "Mãe, vou ser padra!".  A irmã avisou-a logo que assim não poderia casar mas não sei se a informação influenciará a decisão. Só sei que estou com uma vontade enorme de dar um saltinho ao futuro para ver o que isto dará.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama