domingo, 30 de abril de 2017

Sou mesmo inocente das ideias

Quando a menina da caixa do PD me perguntou se eu estava a fazer a colecção das cartas, respondi-lhe que não queria nada daquilo cá em casa e esperava que as pequenas nem sonhassem com a sua existência.
Em troca, sorriu e eu fiquei a achar que tinha achado piada à resposta.
Agora, 40 cartas depois, percebo que estava era a rir-se de mim e da minha inocência. Como se fosse possível tal coisa escapar às patroas.
Em breve terei o soalho coberto de focinhos de animais mais ou menos fofinhos. Não é um sonho?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.