O compliance e o DPO irritam-me!

Tinha um certo orgulho pelo facto da malta do direito não ser muito dada a anglicismos, diferentemente do que acontece em áreas como a gestão e informática.
Mas eis que surge o bendito RGPD e começa tudo  falar estrangeiro.
Será que só sou eu a achar que em eventos feitos em Portugal, no qual o público alvo é falante da nossa língua mãe, é uma coisa um pouco tonta falar em compliance e DPO ao invés de utilizar termos portugueses?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama