Ser equipa


O basket, entretanto tornado paixão, surgiu cá em casa pela necessidade das patroas praticarem um desporto de equipa. Trabalhar corpo e competências sociais, de forma resumida.

E tem sido uma delícia assistir ao crescimento deste grupo (a foto retrata uma ínfima parte), a forma como vão começando a dominar a bola, a fazer jogo de equipa, a lidar com as frustrações.

Ontem foi dia do Torneio Ticha Penicheiro e lá rumámos ao Barreiro. Os jogos foram intensos.

As minhas crias deixaram lá suor e sangue (o dente de leite caído à Leonor voltou, o mesmo não se poderá dizer da pele do joelho da Tita).

Lágrimas essas, se as houvesse, teriam sido de alegria, tanta foi a animação e a adrenalina que fez com que aquela miudagem tivesse força para fazer a viagem de regresso toda a cantar e brincar.

Ser equipa é isto. Tão bom.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!