3 longos meses

Era sábado e estava sol.
Nada prenunciava o murro no estômago que acabaria por levar.
3 longos  meses passaram e continuo a ler cada comentário sobre a tua partida, como se estivesse a receber aquele murro pela primeira vez.
E que grande partida me pregaste, Amigo. Tão ilógica e incompreensível aos olhos da razão.
Dia após dia elaboro teorias, mais ou menos consistentes, sobre o lugar em que estarás, o que vês e sentes.
Com elas procuro respostas que me capacitem a perceber isto tudo.
De certo só tenho a tua imensa vivacidade e sorrisos, imagens sempre presentes e com as quais tento perpetuar-te aqui na terra.
O resto o tempo o dirá.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!