Mãe sem palavras

Com o acelerado crescimento das minhas crias e, consequente aumentar de atenção ao mundo que as rodeia, cresce também o número de vezes em que fico sem palavras.
A última aconteceu quando, depois de explicar que a porquinha da Índia não terá filhotes já que não tem contacto com machos, a mais velha respondeu que "as mulheres também já não precisam de homem para ter filhos!".
Confesso que há temas cuja abordagem junto das crianças me transcende e este é um deles.
Fico-me pelo tradicional "não sei onde é que elas ouvem estás estas coisas!" e aguardo que o tempo as faça crescer em entendimento e me traga o discernimento necessário para as esclarecer.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!