quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Nefrologia, aí vou eu

Como pude constatar ontem, começar uma consulta de rotina com a pergunta "quando foi a sua última consulta no IPO?" não é grande coisa.

Ia eu, quase, totalmente descontraída para a consulta de medicina interna e saí de lá com a indicação de me dirigir à nefrologia. Ao que parece o valor que esteve sempre elevado durante a gravidez, mantém-se (ainda que um pouco mais baixo). A médica sugeriu (com toda a razão) que pedisse para ser vista no IPO onde, afinal, já sou da casa. A alternativa é enviar-me para o hospital de Gaia, o que era uma chatice pois não me apetece nada ter de voltar a contar a, atribulada, história dos últimos 2 anos e tal.

Passada a hora seguinte, em que a cabeça andou a mil, desliguei o complicómetro (nada como uma voltinha no hiper para fazer milagres).

Pelo sim pelo não, acho que vou ligar à minha oncologista, pois a próxima consulta é só no final de Novembro.

Não deve ser nada, pelo menos relacionado com o linfoma, mas já dá para amolar (como diria uma colega minha).

Haja pachorra

2 comentários:

  1. Vais e vens... Vais ver, Susana!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Desligar o complicómetro faz bem. Boa sorte, Luvinhas, e mantém-nos sempre actualizados. Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.