segunda-feira, 23 de julho de 2012

Diálogos desconcertantes

- Leonor, tem dó de mim. - Mãe, eu sou paciência. -Leonor, isto é um inferno. - Mãe, nós não estamos no inferno. Estamos na garagem. - Leonor, esse papel é para o lixo. - Está bem, mãe, eu vou pousar aqui e tu levas para o lixo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.