quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Revolta de uma mãe explorada

"Mãe, tenho ranho"

"Mãe, anda CÁ que eu tenho ranho"

"Não me ouves dizer que tenho ranho, ANDA CÁ!"

A certa altura subiram-me os calores e enfrentei a madame, que estava refastelada no sofá.

Olhei-a de frente e disse "olha lá minha menina, se tens ranho levanta-te e vai buscar um lenço de papel que eu não sou tua criada".

Por milésimos de segundo, ficou assustada. Percebi-o pela forma como arregalou os olhos. Mas tão depressa se assustou como se esqueceu da minha firme reacção.

Não a vi levantar-se do sofá. Acho que optou por lamber o muco nasal. Argh!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.