segunda-feira, 22 de abril de 2013

A crise chegou à biblioteca


Desde pequena que gosto imenso de bibliotecas e nelas passei algumas horas a "viajar" através dos livros.

Um destes sábados de manhã, peguei nas minhas cachopas e fui com elas até à biblioteca municipal de Aveiro.

Fiquei surpreendida por encontrá-la tão vazia e meti conversa conversa com a funcionária que me disse que há bastante tempo que não faziam compras e ,por isso, as pessoas que passavam em busca de novidades acabavam por se afastar.

Mas há os jornais e revistas (pensei eu). Mas a funcionária continuou e disse, além disso, estivemos um ano sem jornais e revistas. Agora já temos jornais e uma revista.

Confesso que fiquei triste. Eu sei que existem restrições orçamentais mas nunca esperei que chegassem à assinatura de algo tão básico, numa biblioteca, como jornais e revistas.

Nesta altura em que tantas pessoas necessitam de arranjar formas de se distrairem, sem que isso passe por gastar dinheiro, ou procurar emprego (por exemplo), acho lamentável esta situação que, pelos vistos, estará a ser ultrapassada.

Com ou sem novidades, a biblioteca é sempre um sítio giro de frequentar e que as criancinhas adoram.

Seja com livros ou DVD´s, ainda que não sejam novidade, têm ali uma forma de se distrair e dar asas à imaginação. Podem também requisitar e levar para casa.

Uma boa forma de passar o tempo, que espero as minhas filhas continuem a apreciar.

1 comentário:

Obrigada por dar vida a este blog.