segunda-feira, 22 de julho de 2013

O parto de Kate e a sorte de me ter apaixonado por um plebeu

É em dias como este, em que o mundo se encontra suspenso à espera que nasça o bebé real, que me dou por feliz por ter nascido plebeia e casado com alguém da minha classe social.

Não basta haver jornalistas acampados à porta do hospital, há cerca de 3 semanas, agora vêm especialistas em genealogia dizer que o bebé será parente afastado do conde Drácula e do profeta Maomé.

Pobre Kate.

1 comentário:

Obrigada por dar vida a este blog.