sábado, 14 de setembro de 2013

Projecto Re-food - vamos todos aderir


O desperdício alimentar é algo que sempre me preocupou e tento evitar, o que nem sempre consigo.

Não gosto de cozinhar em grandes quantidades, precisamente para evitar que sobre comida e acabe por se estragar.

Quando sobra, congelo sempre (por pouco que seja). Uma das coisas que me dá imenso prazer é inventar uns pratos com os restinhos de cogumelos, carne (...) que às vezes encontro no frigorífico.

Muitos dos pratos que se vulgarizaram nasceram, aliás, em zonas pobres e da necessidade de aproveitar tudo, caso da pizza e das açordas.

Já conhecia o projecto Re-food. O seu mentor questionou-se, um dia, o que aconteceria às sobras dos restaurantes ao final de um dia e não se conformou com a ideia de serem deitadas fora.

É, realmente, um crime fazê-lo, quando há tanta gente a passar por privações.

Por isso meteu mãos à obra e mobilizou voluntários, que fazem essa recolha de alimentos e os distribuem a pessoas carenciadas.

Muito nobre este gesto que podemos todos replicar, nem que seja na nossa rua.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.