domingo, 17 de novembro de 2013

Carta ao Pai Natal

 
 
A Leonor está na, encantadora, fase de escrever ao Pai Natal.
 
Como de burra não tem nada, quando soube que íamos ao shopping assistir à chegada, a Aveiro, do destinatário da carta, decidiu levá-la para a entregar pessoalmente.
 
E, assim, lá foi ela de carta na mão e com umas hastes de rena na cabeça (quem sabe para se candidatar ao lugar).
 
Já a Tita foi por arrasto, e ainda sem ligar muito ao  momento que estava a viver.
 
Talvez para o ano aprecie mais.
 
Queira Deus que continuem a acreditar, durante muitos anos, que aquilo que dizem é ouvido pelo Pai Natal no trenó.
 
 
 





1 comentário:

  1. Susana, se escreveres para o Pai natal, tipo.

    pai natal

    Polo Norte e mandares a carta pelo correio, passados uns dias os CTT respondem-te com uma resposta do Pai natal.

    Acho que as tuas filhas vão gostar.

    beijos.

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.