quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Sobre o acaso, em conversa com um homem da ciência

Em conversa com um homem da ciência, dizia eu que "nada é por acaso".

A explicação que o meu interlocutor deu, para aquilo de que falávamos, fez-me corar de vergonha.

 Dizia ele que, efectivamente,  nada é por acaso mas sim por vontade de Deus.

Corei de vergonha pela forma, leviana, como estava a abordar a questão, quase esquecendo Aquele em quem acredito. Mas também por o lembrete ser sido dado por alguém que, supostamente, estaria mais voltado para a Razão do que para a Fé.

A conversa ficou-me gravada na mente e, nem de propósito, ao ler a revista da OA deparei-me com esta frase, que deixo para reflexão "Aquele que não deixa nada ao acaso raramente fará coisas de modo errado, mas fará pouquíssimas coisas".

George Halifax

PS
E assim estou eu esta noite, em modo de pensamentos profundos


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.