Deixaste as crianças sózinhas ...

Como irmãs que se prezam, a Leonor e a Benedita têm uma relação amor-ódio.

Não vivem uma sem a outra, seja para brincar seja para brigar.

Numa noite destas o barulho vindo do quarto assemelhava-se ao de gatos à bulha.

Decidi não intervir e só na manhã seguinte vi as sequelas que a discussão tinha deixado.

A cara da Benedita estava (e mantém-se) toda esgadanhada.

A minha reacção imediata foi ralhar com a Leonor, dizendo que aquilo não se faz.

A visada com o ralhete nem reagiu, como se eu fosse apenas um comboio a passar.

Já a suposta vítima não perdeu tempo e lembrou-me "pois, deixaste as crianças sózinhas ...".

Conclusão - a culpa é sempre da mãe

Comentários

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Lanche partilhado

5 anos passados estou cá para contar a história

Um queixo suturado e um coração rachado