Quem diz a verdade não merece castigo

Enquanto eu secava lhe secava o cabelo, a Leonor ia-se queixando ao pai dizendo que não gostava quando era a mãe a fazê-lo.

Estava a cachopa a desfiar um rol de crítias ao meu método de secar o cabelo quando, nem de propósito, encostei demasiado o secador à sua linda cabecinha e a queimei.

A reacção não se fez esperar.

"Aiiii, assim não pareces a melhor mãe do mundo !!!!"

E quem diz a verdade não merece castigo.

Comentários

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Lanche partilhado

5 anos passados estou cá para contar a história

Um queixo suturado e um coração rachado