Trocada por pulseirinhas de plástico







Quando a família Neves Pinto foi apresentada às famosas pulseirinhas de plástico, cuja história podem ver aqui, estava longe de imaginar serem um fenómeno tao popular.


Passados 15 dias, a moda entrou cá em casa pelas maos da avó Lili, que se tem entretido a crochetar os pequenos elásticos coloridos.


É engraçado como uma coisa tao simples se pode tornar apaixonante, ao ponto de D.ª Maria Leonor ter acedido a ficar em casa da avó para aprender a fazer as pulseiras, deixando a sua amada mae.


De modos que posso agradecer à avó Lili, e às suas pulseirinhas de plástico, o facto de estar a ver o Benfica-Sevilha sem ter de guerrear com a minha mais velha por causa do comando da televisao.


PS Nao sei que se passa hoje com o til







Comentários

Mensagens populares deste blogue

6 aninhos - Parabéns Tita catita

Obrigada autoestrada

40 anos - vamos a contas