segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Explicar a morte às crianças

As meninas tinham uma adoração pelo bisavô Emílio, correspondida om igual intensidade.


Assim que entravam lá em casa iam a correr para o quarto e deitavam-se na cama ao lado, só para o ver.


A Benedita foi a 1.ª a perceber que algo estava diferente, ao ver a cama articulada desmontada.


Disse-lhe que agora o bisa mora numa estrela. Olhou para mim, riu-se e disse "não mora nada, está no hospital" e continuou a brincar.


Mais tarde foi a vez de explicar à Leonor que, mais crescidinha, vai fazendo algumas perguntas.


Quer saber se agora vai ter de aprender a tocar piano sózinha, se o bisa está sentado ou em pé lá na estrela onde mora, se nos outros países as pessoas também morrem (...).


Sabemos que tem noção do que aconteceu e por isso achámos que devíamos explicar-lhe tudo com a maior naturalidade, até porque a morte faz parte da vida, e a Leonor acredita que o bisavô Emílio está na tal estrela que à noite procura.







Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.