quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

São os ciúmes, Senhor. São os ciúmes

E esta manhã estava tudo a correr na perfeição até que ... (e há sempre um quê), D.ª Maria Leonor percebeu que eu iria levar a irmã à escola e por isso  não me teria a mim, sua escrava de eleição, a vestir-lhe o bibe.


Vai dai começa o berreiro em plena rua, com a particularidade de o tom aumentar à medida que se afastava, a espernear, ao colo do avô.


Os ciúmes são tramados.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.