E ao 4.º dia de férias, uma constatação óbvia

O tempo só, aparentemente, é matemático.


Nas férias corre, consideravelmente, mais rápido.


PS


E lembrei-me agora que desde 2.ª feira que não vejo os sumários do Diário da República (ó pr´a mim a hiperventilar tantos são os nervos)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama