Carta de Amor

Sempre estudei/trabalhei ao som da música. Gosto de ter um som ambiente do qual, a maior das vezes, chego a alhear-me. Ainda esta semana, a chefe perguntou como conseguia estar a ouvir aquele "rock pesado" (acho que era Pearl Jam). Sou o mais eclética possível nas escolhas. Gosto de um pouco de tudo. Mas esta Maria Bethania torna o estudo/trabalho impossível. É impossível alguém concentrar-se ao som de letras tão lindas. O reportório é escolhido a dedo. Ouçam esta carta de amor. Atentem, só por exemplo, na primeira letra.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama