quinta-feira, 31 de março de 2016

Revista Cruzada - uma história de amor



Assino a revista Cruzada, da qual falei já AQUI, desde que aprendi a ler. Esta revista, editada pelo Secretariado Nacional do Apostolado da Oração, sempre me encantou pelas histórias de vida de pessoas simples e humildes que são verdadeiros exemplos de doação aos outros. Gosto, particularmente, de ler a secção dos "Testemhunhos Vivos" e até das anedotas secas que me lembram o meu avô.
Para além do conteúdo, só posso dizer bem da equipa que gere a Cruzada. Realmente não desiste de mim, apesar dos meus esquecimentos e patetices.
Quando mudei de casa, há um ano, tive o cuidado de comunicar a nova morada e estranhei continuar a receber a revista na morada antiga.
Passado algum tempo, recebi um telefonema a dar conta que a revista estava a ser devolvida e resmunguei dizendo que já tinha enviado um e.mail com a nova morada. Cheguei até a reenviar o dito e.mail e nada.
Até que, na semana passada, recebi novo telefonema e, de repente, fez-se luz nesta cabeça tonta. Comuniquei a nova morada, mas não o novo n.º de porta. Lá assumi o erro, pedi milhentas desculpas e disse que não valia a pena mandarem-me todas as revistas devolvidas como sugeriram.
Ainda assim, insistiram e tiveram a amabilidade de me mandar um pacote de revistas que li de seguida.
Gostei muito do gesto.
É daquelas coisas que marcam a diferença

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.