Ai, são tão sossegadinhas e tal!

A vizinha cumprimentou-as e, como de costume, cerraram os dentes e baixaram a cabeça.
O comentário da senhora, que se seguiu, não podia ser mais ilustrativo do comportamento das minhas patroas.
"Vocês são tão caladinhas na rua, mas quando entram em casa ouvem-se no prédio todo. Parece que a vossa mãe tem de sair mais vezes convosco, para ver se consegue descansar!".
Ouvem-se elas e eu, diria. Dentro de portas, transfiguram-se e transfiguram-me. Mas lá  no fundinho são boas cachopas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Obrigada autoestrada

Lanche partilhado

Onde está Deus nestas alturas?