Enquanto me quiserem presente

Enquanto me quiserem presente, estarei.
E mesmo depois, apesar da imperfeições que acredito superadas pela infinitude do Amor,
Serei bússola orientada a norte, luzeiro perene
Guiando, sem que me notem, o rumo que traçarem
Convosco seguindo, qual segunda pele restauradora das cicatrizes da vida.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Entre altos e baixos

CPE - essa lufada de ar fresco