Que têm de diferente a igreja de Válega e a torre Eiffel?

Nunca visitei, muito menos fotografei a igreja de Válega, em Ovar aqui a 2 passos de mim.

No entanto, fotografei de todos os ângulos possíveis e imaginários a torre Eiffel. E olhem que gosto 1000 vezes mais de azulejo que de ferro.

Pelas fotos que vi, a igreja de Válega deve ser lindíssima e merecedora da tal visita. Só tem um problema, está demasiado perto e talvez por isso o meu ângulo de visão não a alcance.

Como este tenho outros muitos exemplos. Aliás, não chegariam os dedos das mãos para  enumerar as coisas bonitas que, apesar da proximidade, me passam ao lado.

No entanto, se for longe de casa até nos calhaus reparo.

Creio não ser caso único, mas chateia-me fortemente.

Ir a algum lado é dizer que lá existe isto e aquilo, como se fosse o máximo, sem ter sequer reparado que também o temos dentro de portas é caso para dar direito a fustigação com ramos de urtigas.

E eu estarei na primeira linha. Raios!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama