sexta-feira, 7 de julho de 2017

COMPRAR FILHOS É IMORAL, PONTO.

Subscrevo, subscrevo, subscrevo ESTA crónica do Henrique Raposo.

E acrescento o que ouvi/li há dias (não me recordo onde mas provavelmente no fb), se uma criança perde a mãe ou o pai todos lamentam e se entristecem.

Agora quando se "fabrica" uma criança e se lhe nega o direito a ter uma mãe, acha-se normalíssimo.

Nem sei que diga,

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.