Maria Sangrenta

Juro que se apanhasse a alma iluminada que se lembrou de trazer à baila a velha lenda da Maria Sangrenta (Bloody Mary na versão mais internacional), lhe tirava o escalpe.

Anda-me a patroa mais velha cheia de medo da figura que, sorte a nossa, só sairá do espelho à meia noite e se tivermos doze velas acesas (na versão conhecida cá em casa) o que reduz muito a probabilidade de tal suceder.

Seja como for, é parvo como tudo andar com estas histórias para assustar crianças.

Haja pachorra.

Comentários

  1. Na minha altura a lenda era a mesma, com a diferença que o pessoal só tomava conhecimento dessas coisas na adolescência. Coitadinha da minha menina.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sofreste com a Maria Sangrenta? Não sabia .

      Eliminar

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Entre altos e baixos

Só Deus tem os que mais ama