Perguntar a origem étnico-racial é discriminação?

NESTE ARTIGO questiona-se se perguntar a origem étnico -racional é preconceito. Obviamente esta é uma questão cuja resposta não é matemática.
Importa, antes de mais, saber de que falamos quando nos referimos a discriminação. E, sendo rigorosos nos termos, distinguir discriminação de preconceito.
Discriminação será distinguir alguém por motivos arbitrários. Preconceito é aquilo que teremos de superar para não cairmos em situações de discriminação.
E, não me venham com histórias, preconceitos todos temos de forma instintiva. Alguém supõe, num primeiro contacto, que um brasileiro não saiba sambar, deteste futebol e abomine o carnaval?
Saber a origam étnico-racional podem ser importante para 1001 coisas. Perceber as diferenças é meio caminho andado para desfazer preconceitos. Claro que não deve nunca confundir-se esse conceito con o de nacionalidade, como parece que aconteceu no famoso questionário que circulou em algumas escolas.
Por isso, e à boa maneira de um jurista, depende do contexto e da intenção.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!