Vidas que continuaram _ 1

Começo hoje a partilha de histórias de vida que me inspiram e deixam a pensar.

A 1.ª é do Nuno Vitorino. Leiam que vale a pena

Em 1995, tive um acidente. Um amigo, sem querer, disparou uma arma de fogo sobre mim.
A bala acertou-me na cervical e fiquei tetraplégico. Uma tetraplegia incompleta que me dá algum movimento de braços.

Fui atleta paralímpico de natação, dou palestras, motivo outros a seguirem o seu sonho, porque apesar de muitas vezes os olhos não verem ou as pernas se transformarem em duas rodas, existe sempre um coração que sente!

Vivo a vida ao máximo e … faço surf, salto de paraquedas, treino todos os dias para surfar ondas grandes. Sou acima de tudo um viciado em adrenalina.

Sou fundador da SURFaddict – Associação Portuguesa de Surf Adaptado.

Em 2013 fui eleito pela Surf Portugal um dos melhores surfistas portugueses. Pela primeira vez um surfista de Surf Adaptado constou deste TOP.

Em 2014 fui eleito por um site de surf brasileiro, surfistapaulistano.com, um dos 5 surfistas mais inspiradores do mundo.

Muito mais que o reconhecimento, inspiro os outros a serem melhores. Inspiro-me no lema “Nós não queremos saber se é difícil, apenas se é possível!”
Sim, porque no fundo tudo é possível!

— Nuno Vitorino

Conheçam mais AQUI
http://nunovitorino.com/nuno-vitorino/

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!