segunda-feira, 14 de março de 2011

Ora vamos a contas

Como dizem a Mafalda Veiga e o João Pedro Pais, "eu sou de letras e não sei dividir" (nem, acrescento eu, diminuir e multiplicar). Lá me vou safando a somar, dias no caso.

Confesso que esta coisa da contagem do tempo de uma gravidez me ultrapassa. As referências são várias, dando origem a outros tantos resultados. É a data do primeiro dia da última menstruação, a da primeira eco (...).

Inicialmente, indicaram, como data prevista do parto, dia 19 de Março. Mais tarde passou a ser 14 (HOJE, portanto). Sendo, porém, que completo as semanas às 4.ªs feiras, pelo que atingirei as 40 no dia 16. Uma vez que no hospital da Feira não deixam a gravidez ultrapassar as 41 semanas, o parto será induzido, caso a menina Benedita não dê um ar da sua graça antes, no dia 23.

Grande confusão mas que se resume facilmente, pode ser a qualquer altura. As malas já estão no carro e uma montanha de pessoas de prevenção.

As caminhadas para ajudar só iniciarão, no entanto, assim que souber que o papá já está dentro do avião. Quem sabe conseguiremos tê-lo cá.....

2 comentários:

  1. Parece-me que a menina quer aguardar pelo pai...

    ResponderEliminar
  2. Estou a seguir atentamente esta tua aventura :)) A Benedita não tem pressa nenhuma e quer-me parecer que precisa da família reunida para nascer! Beijinhos e boa espera! Força! :)

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.