quarta-feira, 16 de maio de 2012

Coucou Silvina

Coucou Silvina que seria de mim, sem uma Amiga como tu? Obrigada pela mensagem de Parabéns e por me lembrares, pelo 2.º ano consecutivo, de actualizar o perfil. Obrigada também pela surpresa. Tenho concluído que há poucas coisas melhores do que abrir a caixa do correio e encontrar algo que não publicidade e contas para pagar. O meu professor da escola primária (professor Pereira) dizia que "só se adora a Deus". Como gosto do verbo adorar, e sem querer ser herege, vou ignorar esse ensinamento e dizer-te que ADOREI o postal, em si e em tudo o que significa. O carinho que senti com essa tua lembrança da minha humilde pessoa é algo inexplicável. Claro que o postal quase provocava uma contenda familiar. Quando vi um postal de Moçambique pensei, realmente os CTT lá da terra são lentos. É que o meu homem, e pai das minhas filhas, esteve em Moçambique no mês de Março e uma das minhas irmãs, gestora da conta de postcrossing da Leonor, encarregou-o de mandar um postal à catraia. Diz o homem que em Moçambique não há serviços postais, pelo que postal de Moçambique nem vê-lo. Resultado, vi o postal e, depois de constatar que não era do meu eleito, arranquei escada a cima, pronta a disparar. "Ainda bem que não há correios em Moçambique". Candidamente, respondeu-me "já sabia que ias dizer isso" (sou demasiado previsível, ao que parece). "Vai lá baixo e vê o carimbo". Lá engoli em seco e tive de me penitenciar pela precipitação. O postal foi enviado de França. Quanto a inspirar-me para uma alimentação saudável anti-cancro, lamento mas é uma batalha, mais do que perdida, para a qual não estou virada. Um dia hei-de voltar aos meus desabafos sobre essa questão. Para deixar aqui um cheirinho, posso só dizer-te que ontem comi um arroz de cabidela de leitão que me fez lamber os beiços, assim como o próprio do leitão e a sua pele bem estaladiça. Não deve dar lá muita saúde ao corpo, mas a minha alma ficou regalada. Um grande beijo chérie.

1 comentário:

  1. Li este teu post numa sala de espera, hoje foi um exame particularmente difícil... Mas acho que ficou tudo a olhar para mim, porque de repente comecei a sorrir muito e com lágrima(s) ao canto do olho... Isto faz-se?! Tenho uma reputação a manter lá no hospital!!!
    Só para que conste ao sr seu marido (eheh) eu bem que tentei enviar o postal de lá, mas pediram-me 3€ pelo selo (!!!) e como eu tinha uma data deles para mandar dava quase 50€. E provavelmente metade nem chegavam! Então fiz um pequeno escabeche com nível no posto dos Correios em Maputo e trouxe tudo pra França para os enviar de cá... Só para terminar, ressalvo que estou a escrever este comentário e a beber um chazinho verde e anti-cancro... lol
    Bisous só para ti chérie!

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.