Cérebro pequeno

Andam muitos (cada vez mais felizmente) a defender a primazia da beleza interior sobre a exterior, e a tudo fazer para outros tantos deixem de tomar as pessoas por objectivos decorativos, e outros (no caso concreto outra) a queixar-se que determinada companhia aérea tem hospedeiras gordas e feias.

Ouvi esta pérola hoje (ao vivo e a cores) e acho que ainda tenho o queixo meio descaído, o que é chato desde logo porque me acentua a barbela.

Resumindo, bem pode a malta da fórmula 1 e do ciclismo correr que o trabalho é duro quando existem por aí cérebros tão pequenos.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Lanche partilhado

5 anos passados estou cá para contar a história

Um queixo suturado e um coração rachado